Cimento Portland O cimento é um composto aglomerante de concreto e que com adição de água é ativada a sua reação. Que o cimento é um dos principais materiais para um obra, já sabemos, agora vamos conhecer um pouco mais sobre os tipos de cimentos que podemos encontrar no mercado e um pouco das funções de cada um.

 Existem diversos tipos de cimentos, cada um com sua composição e função. São classificados por siglas e por suas composições.  

Veja os tipos de cimentos e suas características:

 CP I (Cimento Portland Comum):  Este tipo de cimento é o mais básico de todos. É chamado de “comum” pois não possui nenhum tipo de aditivo além do gesso, que ajuda no tempo para aplicação.  O custo é um pouco mais elevado e não é indicado para lugares com condições especiais.

CP I-S (Cimento Portland Comum com Adição): Esse tipo cimento tem quase as mesmas características Cimento Portland Comum, porém possui adição de Argila, e consequentemente o aumento na permeabilidade.

CP II (Cimento Portland Composto): Possui adição de outros materiais e libera menos calor quando em contato com água. Esse tipo é dividido em três subtipos:

CP II E: Com adição de Escória
CP II Z: Com adiação de Pozolana
CP II F: Adição de Fíler

CP III (Cimento Portland Alto-forno): Possui na sua composição escória de alto-forno. Suas principais características são a impermeabilidade, a durabilidade e baixo calor de hidratação.

CP IV (Cimento Portland Pozolânico): Sua composição é de Pozolânico e sua principal característica é ser pouco poroso, gerando assim uma resistência maior a água do mar.

CP V-ARI (Cimento Portland de Alta Resistência Inicial): Se destaca por atingir altas resistências em um pequeno período de tempo, bem superior ao demais cimentos.

Cimento RS (Cimento Portland Resistente a Sulfatos): Normalmente estão presentes nas redes de esgotos ou com presença de água do mar, pois são nesses locais que os materiais.

Cimento Branco PortlandCPB (Cimento Portland Branco): O cimento branco é diferenciado e tem a cor branca por conta 

das suas matérias-primas e do caulim, que é utilizado no lugar da argila.

 Após entender cada tipo e para o que cada um é indicado, fica muito mais fácil de conseguir comprar o ideal para  cada situação.